A Multiplicidade Interestelar na Não-Linearidade `Patafísica do P.I.P.A.

View previous topic View next topic Go down

A Multiplicidade Interestelar na Não-Linearidade `Patafísica do P.I.P.A.

Post  wodouvhaox on Wed Jun 01, 2016 4:49 pm



Companheiros, desde o fim da presença potente do Macaco Tião, a representatividade política brasileira desfalece. Não se iludam! A falência é internacional. As estratégias da contracultura ficaram água abaixo e o movimento esquerdista se aliou ao Caracinza, inimigo declarado no Princípia Discórdia, se aliando aos alicerces que visava destruir.

Com a finalidade expressa de fazer piada em forma de política e política em forma de piada, de atravessar o groucho-marxismo, o neoísmo, a `patafísica e situar-se junto ao zenarquismo discordiano, eis que tomou forma em 02 de outubro de 2005 o P.I.P.A.: Partido Interestelar Parrachiano A(Narco)ZenDiscordiano.

O PIPA iniciou sua atuação política com as des-candidaturas de Timóteo Pinto, Fernando Rivelino, Geo Abreu, vereadora Pagu e Madame Lily. Com distintos mandados e planos de desgoverno, os excelentíssimos membros do PIPA, defenderam da infantocracia até a sexualidade radical da terceira idade.

Contra um mundo regulado pela ordem, o delírio, a insubmissão pueril e insossa. O sexo e não a sexualidade. As multiplas realidades e não o haldol!

“O P.I.P.A. não está na esquerda, nem na direita, nem no centro, e sim NO ALTO”
Timóteo Pinto, pós-pensador `patafísico

Muito se têm discutido nos últimos tempos entre alguns de nossos colaboradores nos bastidores da comunidade do P.I.P.A. os seus diferentes afetos em suas eternas buscas por uma ideologia pura & imaculada livre de contradições. Éris suspira, entediada.

Diferentes discordianos de várias vertentes sempre, ou quase, defendem a multiplicidade de idéias, as exceções `patafísicas, as recombinações, a mistura e a não dogmatização de conceitos, o amplo agnosticismo, mas alguns sempre escorregam em seus fetiches ideológicos e meméticos em busca de conforto & segurança.

Mas a política complexa intergalática groucho-marxista do P.I.P.A. para o século 21 chega para transcender essas binariedades limitantes e caracinzas do século passado.

“Eu me contradigo? Pois muito bem, eu me contradigo, sou amplo, vasto, contenho multidões.”
- Walt Whitman

Na figura do condivíduo-ídolo-símbolo-`patafísico –delirante do P.I.P.A. Timóteo Pinto exemplificamos perfeitamente o que queremos demostrar, ou não. Ele é isso e aquilo, e nem isso, nem aquilo. Ele contém em si idéias de um determinado polo, mas também do outro em sua dança cósmica recombinatória interplanetária.

“Os óculos monocromáticos da linearidade vampirizam-nos a autocrítica”
- Romulo Rodrigues de Carvalho

Pode-se imaginar as idéias e propostas do P.I.P.A. como um mashup de conceitos, em algum sentido. De parte da esquerda nós sampleamos a defesa das minorias, da diversidade e os devires e de parte da direita pirateamos a autodeterminação do indivíduo frente a um estado que tende à burocratização e ao autoritarismo. E acima de tudo, também abandonamos ambos os polos do espectro político.

Para melhor des(orientação) da natureza de nossa proposta, no campo das influências no quadro partidário oficial & imaginário (“a imaginação é muito melhor” – Verde, Fada – 2006) o P.I.P.A. tem apreço pelas propostas do Partido Surrealista Brasileiro. Internacionalmente o P.I.P.A. tem influências do The Youth International Party e do Guns and Dope Party (Estados Unidos), do The Rhinoceros Party (Canadá), do Union of Conscientiously Work-Shy Elements (Dinamarca), do The Deadly Serious Party (Austrália), do The Hungarian Two-tailed Dog Party e do The Best Party (Islândia).

Por menos cegueira ideológica e por uma visão de longo alcance multi-colorida de 523 graus, vista os óculos do P.I.P.A.!

"Eu não acredito em nada. A maioria das pessoas, até mesmo as educadas, acham que todo mundo deve "acreditar" em uma coisa ou outra, que se alguém não é um teísta, é preciso ser um ateu dogmático, e se não achar que o capitalismo é perfeito, é preciso acreditar fervorosamente no socialismo, e se a pessoa não tem fé cega em X, deve-se em alternativa, ter fé cega em não-X, ou o inverso de X. A minha opinião é que a crença é a morte de inteligência."
- Robert Anton Wilson

:::

Para saber mais e entender menos leia os Arquivos Sagrados da Discórdia Frutífera da MultiCabala F.O.D.A-S.E. | Folclórica Ordem dos Dadaístas Autônomos - A Seita Engraçadista da Sociedade Fnordiana Discordiana dos Discordian Memes By Santos Jo, Dark Night entre outr@s Papas e Papisas da Mímeo 23:

Escritos Sagrados

Biblioteca

E visite-nos nessas diferentes portas de entrada (uma para cada ponto de vista):
LinKaonia ->:::<- MultiCabala dos Muito Confusos ->:::<- Seja Timóteo Pinto você também ->:::<- S.H.I.M.O. Freakroned Funk - Bulldada, BunDada e Bonobismo Loucurista Shimoniano

“No manifesto e nos textos escritos posteriores, os surrealistas rejeitam a chamada ditadura da razão e valores burgueses como pátria, família, religião, trabalho e honra. Humor, sonho e a contra-lógica são recursos a serem utilizados para libertar o homem da existência utilitária.”
- André Setaro

:::

_________________
:::



:::
KSTXI Tudismocroned Blogs Network
:::
avatar
wodouvhaox
Admin

Mensagens : 869
Data de inscrição : 2008-02-15

View user profile http://discordiabrasilis.wordpress.com/

Back to top Go down

View previous topic View next topic Back to top

- Similar topics

 
Permissions in this forum:
You cannot reply to topics in this forum